Tratamento da acne, espinhas e cravos. O que causa a acne, cremes e gel para tirar, acabar e eliminar a acne. Produtos, remédios, cremes, gel, sabonetes e pomadas para combater e melhorar as cicatrizes, sintomas e o aspecto da acne, espinhas e cravos.


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Tratamentos disponíveis para acne

O tipo de tratamento preconizado para pessoas com acne depende da gravidade do surto. Para casos leves, existem produtos que não necessitam de prescrição médica, enquanto que uma visita a um profissional de saúde, como um dermatologista pode ser necessária para prescrição de medicamentos quando os casos são mais resistentes. Nos E.U.A. a acne é regulada pela FDA sob as mesmas disposições da Lei Federal de Alimentos, Medicamentos e Cosméticos, cobrindo produtos com prescrição e sem prescrição.
Medicamentos tópicos que não necessitam de prescrição médica são aplicados sobre a pele, e existem em muitas formas, incluindo géis, loções, cremes, sabões, e pastilhas. Os tratamentos típicos para a acne moderada incluem peróxido de benzoílo, resorcinol, ácido salicílico, e enxofre. 
"O melhor é ler os rótulos ou falar com o seu médico antes de usar qualquer um destes produtos, para que você saiba o que é mais aconselhado no seu caso, o que pode ocorrer como efeito colateral, e o que você pode esperar dos resultados.
Tipos de medicamentos tópicos de prescrição médica usados para tratar a acne incluem antibióticos, peróxido de benzoíla, ácido azeláico, dapsona e derivados da vitamina A, conhecidos como retinoides.
Pessoas com acne inflamatória moderada a grave podem ser tratadas com medicamentos tópicos ou orais prescritos, isoladamente ou em combinação. Pessoas com nódulos ou cistos devem ser tratadas por um dermatologista.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Cuidado com os mitos sobre acne

Existem na sociedade muitos equívocos sobre as formas de acne, bem como sobre a forma de tratar a acne. Aqui ficam alguns fatos sobre a acne:
• Não há nenhuma maneira conhecida para prevenir o desenvolvimento da acne.
• Acne não é causada por falta de higiene, sudorese, ou falta de lavagem. Esses fatores não causam a obstrução dos poros que contribuem para o desenvolvimento da acne, enquanto que lavagens medicamentosas que contêm peróxido de benzoíla, resorcinol, ácido salicílico e enxofre, são uma forma de tratamento para acne. Sabão simples e água não tratam a acne, antes aumentam a acne.
• Acne não é causada pela dieta. Ainda nenhuma ligação científica foi encontrada entre dieta e acne. Nenhum alimento (chocolate, batata frita, pizza, ou qualquer outro alimento) tem sido demonstrado que cause acne.
• Acne não precisa de ter permissão para desenvolver-se. A condição pode ser tratada. Existem produtos para isso. Se os produtos que você já tentou não funcionaram, considere consultar um dermatologista.

Tipos de Acne 
Cada marca produzida na pele pela acne é um tipo de lesão. Os casos mais leves de acne produzem cravos e espinhas. A cor deles é determinada pelo fato do folículo conetado permanecer aberto ou fechado. Se estiver fechado, tem cabeça branca.
Lesões mais problemáticas da acne incluem:
• pápulas - lesões inflamadas que geralmente aparecem como pequenas saliências de cor rosa sobre a pele e podem ser sensíveis ao toque;
• pústulas (espinhas) - lesões cheias de pus de cor branca ou amarela que pode ser vermelha na base;
• nódulos dolorosos - grandes e sólidas lesões apresentadas profundamente dentro da pele;
• cistos -, lesões profundas com pus, que são dolorosas e podem causar cicatrizes.

sábado, 19 de julho de 2014

Conhecendo a acne

A acne, embora muitas vezes seja retratada como um flagelo da adolescência, ela pode afetar pessoas de todas as idades. 
De acordo com alguns dados, cerca de 80 por cento das pessoas com idades entre os 11 e 30 anos têm focos da doença de pele em algum momento.
Muitos vêem a sua acne desaparecer no momento em que chegam por volta dos 30 anos, mas para alguns, a acne persiste até aos 40 ou 50 anos.
Estimulada pela inflamação das glândulas da pele e dos minúsculos canais estreitos na pele (conhecidos como folículos pilosos), a acne é marcada por espinhas e outras lesões. 
Acne geralmente aparece no rosto, pescoço, costas, peito e ombros. 
Acne não é geralmente um problema de saúde grave, mas pode causar sofrimento emocional significativo, bem como cicatrizes permanentes dos tecidos da pele.

Clinicamente, a acne é descrita como uma doença de características conhecidas como unidades pilossebáceas. Encontradas sob a pele, unidades pilossebáceas são numerosas no rosto, costas e peito, e contém glândulas sebáceas que estão conetadas aos folículos pilosos.
As glândulas sebáceas produzem sebo, uma substância oleosa que surge na pele através do folículo piloso. 
É sabido que a acne é, em parte, o resultado da ação dos hormônios sobre as glândulas de óleo da pele e os folículos pilosos. A primeira lesão de acne é um entupimento dos poros da pele.
Fatores que se acreditam estar relacionados com a formação de acne incluem:
• aumento de hormônios sexuais chamados andrógenos que ocorrem em meninos e meninas durante a puberdade. Os andrógenos causam glândulas sebáceas ampliadas e têm mais sebo nos folículos pilosos;
• alterações hormonais relacionadas com a gravidez, inicio ou paragem do uso de pílulas anticoncepcionais;
• genética.

sábado, 14 de junho de 2014

5 tratamentos naturais para acne

Acne é apenas uma palavra de quatro letras para muitas pessoas - mas é uma fonte de embaraço para alguns e dor para outros.

A condição da pele é causada por três fatores principais: o excesso de produção de óleo pelas glândulas na pele, os folículos capilares bloqueados, e o crescimento de bactérias. É também a condição de pele mais comum nos Estados Unidos, com aproximadamente 40 a 50 milhões de pessoas que sofrem de alguma forma com esta condição. O tratamento para a acne tornou-se um negócio de milhões. Muitas pessoas andam mal informadas e julgam que não há nenhuma ligação entre acne e os alimentos que ingerimos, o que leva a que se recorra a medicamentos.

No entanto, algumas pesquisas mostram que essa teoria não é 100 %o precisa. Em 2013, a Academia Americana de Dermatologia (AAD) sugeriu que havia cada vez mais provas para mostrar que há, de fato, uma ligação entre determinados alimentos e acne, especialmente os alimentos que têm um alto índice glicêmico, como pão branco, batatas fritas e batatas brancas . Além disso, nas sociedades não ocidentalizadas, como Papua Nova Guiné, a taxa de acne é substancialmente menor, dada a dependência do país em alimentos naturais não processados. Acne pode, portanto, ser resultado de uma dieta e não da natureza.

Para combater este problema, muitos médicos tentam tratar os sintomas da acne com medicamentos tópicos e orais. No entanto, os tratamentos sintomáticos apenas mascaram o problema. Eles realmente não a curam. Portanto, antes de se dirigir para o seu dermatologista, tente alguns destes tratamentos em casa. Eles podem ser uma solução fácil para os seus problemas de acne.

1. Óleo da árvore do chá
Óleo da árvore do chá é um anti-séptico poderoso que vem de uma árvore nativa da Austrália, chamada de Melaleuca alternifolia. Estudos têm demonstrado que este óleo com cheiro forte é antifúngico, antiviral, antibacteriano, e ajuda a combater as infecções de pele como acne. Ele pode ser muito forte, por isso não deixe de diluir a solução antes de colocá-lo diretamente em sua pele, uma vez que ele pode queimar e causar secura na área.

2. Cortar no leite
Em 2005, pesquisadores da AAD descobriu que havia uma ligação entre deixar de beber leite e acne. O estudo mostrou que havia uma associação positiva entre os hormônios e moléculas bioativas no leite, o que pode irritar a pele. Esta relação é verdade para outros produtos derivados do leite, como iogurte e sorvete.

3. Não use sabão em seu rosto
A indústria da beleza fez com que a palavra "óleo", se tornasse um termo negativo quando se trata de cuidados com a pele. Com quase todos os outros produtos no mercado referido "sem óleo", parece que o petróleo é o inimigo. No entanto, isso simplesmente é enganoso. A pele seca, tal como a pele oleosa é mais propensa a espinhas devido ao fato de que as bactérias e óleo podem penetrar a pele gretada. Assim, deverá manter a pele num meio termo, nem demasiado seca nem demasiado oleosa.

4. Aumentar a ingestão de água diariamente
Aumentar a ingestão de água vai ajudar a eliminar as toxinas do seu corpo. E enquanto o AAD não especifica que a água potável vai diminuir a acne, a água potável hidrata a pele e pode ajudar a reduzir erupções de acne. Além disso, cortar bebidas como refrigerante ou sucos açucarados pode ajudar a prevenir surtos de acne. Jody Levine, MD, instrutor assistente clínico de dermatologia da Mount Sinai School of Medicine, em Nova York acredita que, "Embora não haja evidências diretas de que refrigerante provoca espinhas, alguns ingredientes podem desencadear no organismo a produção acne", relatou Discovery Health.

5. Utilize Açafrão
Açafrão é uma especiaria conhecida por seus benefícios medicinais, tanto externa quanto internamente. Institutos descobriram que o açafrão pode matar certos tumores de câncer. Quando a acne desaparece, as propriedades anti-fúngicos e anti-bactérias de açafrão pode ajudar a se livrar de certos tipos de espinhas de modo mais rápido. Misturando uma pasta de açafrão e água e, em seguida, aplicá-lo topicamente pode ajudar a reduzir a inflamação e diminuir o tempo de cicatrização.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL