Tratamento da acne, espinhas e cravos. O que causa a acne, cremes e gel para tirar, acabar e eliminar a acne. Produtos, remédios, cremes, gel, sabonetes e pomadas para combater e melhorar as cicatrizes, sintomas e o aspecto da acne, espinhas e cravos.


quarta-feira, 27 de abril de 2011

Tretinoína, retinoide para acne

TRETINOÍNA
É o fármaco tópico de escolha para o tratamento do acne não-inflamatório, ou seja, comedónico.
Actua através do aumento da renovação celular da epiderme e da diminuição da coesão das células queratinizadas, causando fragmentação e expulsão do microcomedão, expulsão de comedões e conversão de comedões fechados em abertos.
Também previne a formação de novos comedões.
A tretinoína está disponível nas concentrações de 0,025%, 0,05% e 0,1% na forma de creme (lubrificante, indicado para peles secas).
A tretinoína aumenta a penetração de outros fármacos tópicos, como os antibióticos tópicos e o peróxido de benzoilo. O aumento da penetração resulta num efeito sinérgico com maior eficácia dos fármacos e mais rápida resposta ao tratamento.
No entanto, como a tretinoína é oxidada pelo peróxido de benzoilo, não se devem aplicar estes fármacos na mesma altura do dia.
O uso da tretinoína condiciona um adelgaçamento do estrato córneo levando a uma maior susceptibilidade da pele a danos causados pelo sol, vento, frio ou secura, e diminuindo a tolerância a adstringentes, álcool e sabonetes para o acne.
Existem, portanto, algumas regras que devem ser seguidas para a aplicação da tretinoína: 
• Lavar a pele apenas com sabonete tipo suave, não usar esponjas nem sabonetes abrasivos ou especiais para o acne;
• Esperar que a pele seque completamente (40-60 minutos), pois assim diminui a absorção, reduzindo a irritação sem diminuir a eficácia;
• Aplicar em camada fina, uma vez por dia (na quantidade «do tamanho de uma ervilha») ;
• Aplicar em toda a área a tratar e não apenas nas lesões;
• Na maioria dos doentes, particularmente naqueles com peles sensíveis ou claras, e ainda nos climas secos ou frios, deve iniciar-se o tratamento com uma aplicação de duas - três horas duas vezes por semana ou em dias alternados, aumentando gradualmente até aplicações diárias durante a noite;
• Aplicar ao deitar, porque este fármaco é parcialmente inactivado pela exposição à luz ultravioleta;
• Evitar as pregas nasogenianas, comissuras labiais e região periorbitária, áreas mais sensíveis e que podem irritar mais facilmente;
• Utilizar protectores solares com FPS superior a 15, utilizar chapéu e vestuário protector e evitar uma  excessiva exposição solar. 
É importante informar os doentes que nas primeiras quatro semanas de tratamento pode surgir vermelhidão e descamação, e que entre a terceira e sexta semanas podem surgir novas pápulas e pústulas, por irritação dos comedões durante a sua fase de expulsão, o que pode ser interpretado pelo doente como um agravamento do acne, levando ao abandono do tratamento. A maioria dos doentes vai experimentar melhorias a partir da nona à 12ª semanas de tratamento, ocorrendo melhorias progressivas a partir desta data.
O tratamento deve ser mantido mais alguns meses para prevenir o aparecimento de novas lesões.
Existem provas de que os retinóides, quando administrados por via oral, são teratogénicos. Embora a absorção sistémica das formulações tópicas seja muito reduzida, é aconselhável evitar o seu uso nas mulheres grávidas ou que pretendam engravidar.


Este artigo encontra-se englobado numa série de artigos que referem tudo o que é importante para tratamento do acne em termos médicos, pelo que deverá ser lido de modo sequencial. Assim para que possa seguir o modo sequencial desta matéria acerca da acne, propomos que aceda ao índice localizado aqui.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL